25.4.17

E Se Fosse Consigo? || Um ano depois...


25 de Abril de 2016. Há um ano atrás saiu a minha participação no programa «E Se Fosse Consigo?». De certeza que este nome não vos é estranho, este programa deu imenso que falar em todos os episódios. 

A minha entrevista inseriu-se no segmento «O Peso da Imagem», onde falei um bocadinho do que era ser modelo plus size, ter um blogue sobre isso e viver com a definição da palavra «gorda». Vamos lá relembrar a minha entrevista alargada:



Um ano depois, o que mudou? 
Apercebi-me de que a mentalidade das pessoas pode evoluir e o preconceito só depende de cada um de nós. Apercebi-me que todos os dias alguém sofre com a imagem, seja essa pessoa magra, gorda, alta ou baixa. Cada um tem quebras, inseguranças.

Apercebi-me que o amor próprio é o maior de todos. Aquele que nos segura quando estamos sozinhos, quando deitamos a cabeça na almofada. Apercebi-me que podemos aceitar cada dia mais o nosso corpo e aprender a melhorá-lo, por dentro e por fora. 

Apercebi-me que posso ser sensual, inteligente, bonita, carinhosa, amável...e, simultaneamente, gorda...ou magra...ou ter o tipo de corpo que bem quiser e bem entender, e não preciso de mudar absolutamente nada!

Apercebi-me que posso ajudar muitas mais pessoas que estejam na mesma situação e que nem todos os meus seguidores têm o mesmo tipo de corpo do que eu. 

Um ano depois, o que ganhei?
Novas conquistas pessoais, novas conquistas profissionais. Mais coragem, mais alegria, mais confiança. Mais gosto pelo que vejo ao espelho.

Do «E Se Fosse Consigo?» levo a simpatia e o profissionalismo da Ana Lúcia e do Roger, da Conceição Lino, o apoio da Boutique da Tereza. Trago no peito um «eu já vi a menina na televisão, não já?», que ainda oiço muitas vezes, os emails que ainda recebo, o apoio que ainda perdura.

Do «E Se Fosse Consigo?» (re)nasci eu e nasceu um amor, sabiam...? 
Mas isso conto-vos depois...
Image and video hosting by TinyPic

17.4.17

Arty Pop || Flormar (Código 15% desconto!)


Hoje venho falar-vos da nova coleção da Flormar - Arty Pop. Esta é uma coleção divertida, com embalagens práticas e funcionais, cheias de cor! Vou falar-vos de alguns produtos e das suas características principais e ainda dar-vos um código de desconto de 15% para usarem em todas as lojas Flormar, que vão estar listadas em baixo, também.

28.3.17

Falhas.


Todos temos falhas. Todos temos marcas e passado. Todos temos momentos em que nos vemos ao espelho e pensamos 'podia estar melhor'. Todos temos quebras. O segredo é aceitar as falhas e enfrentar essas quebras sempre com o maior sorriso.
Image and video hosting by TinyPic

7.3.17

Nos saudosos campos do Mondego...

Na altura do Carnaval, fui passar uns dias a Coimbra. Como sabem, visto a pele de professora todos os dias, o que impossibilita a regularidade das minhas férias (mesmo quando os alunos fazem interrupções de Natal, ou Páscoa, eu trabalho na mesma, por vezes até com um horário mais complicado).

Desta vez, estava a precisar de sair e desanuviar, de mudar de ares por uns dias. Nunca tinha explorado Coimbra, e pude fazê-lo com alguém que me é especial e que lá viveu, no verdadeiro sentido da palavra, e estudou durante 4 anos. 

Coimbra fez-me bem, fez-me sentir coisas que não esperava, fez-me repensar o meu dia a dia, o meu mundinho e o meu bem-estar. Fez-me sentir em casa, como um lar onde já tinha passado anos, sem nunca antes ter lá estado. Fez-me soar melodias na cabeça, fez-me desligar e descomprimir. Fez-me chorar na despedida, por não querer voltar para casa.

Parti, com uma promessa de voltar. De preferência, com a mesma companhia.

"Estavas, linda Inês, posta em sossego, 
De teus anos colhendo doce fruito, 
Naquele engano da alma, ledo e cego, 
Que a Fortuna não deixa durar muito, 
Nos saudosos campos do Mondego, 
De teus fermosos olhos nunca enxuito, 
Aos montes ensinando e às ervinhas 
O nome que no peito escrito tinhas."
Lusíadas, Canto III, estância 120
Image and video hosting by TinyPic

14.2.17

Be Your Own Valentine || Sê o teu próprio 'date'


Não acho muita piada a este dia. Nunca achei, estando numa relação ou não. Acho, sobretudo, que devemos ser sempre, e todos os dias, o nosso próprio 'Valentine' e não depender de ninguém para nos sentirmos apaixonados...por nós mesmos...pela vida...por tudo o que nos rodeia. Por esta mesma razão, deixo-vos algumas ideias para fazerem durante o dia de hoje, ou qualquer outro dia, com ou sem namorado! 

- Compra flores a ti mesma e decora o teu espaço com elas. 
Ou chocolates, se preferires...

- Dá-te ao luxo de comprares um presente para ti,
algo que esteja na tua lista há algum tempo.
(Eu disse 1, não 50!)

- Almoça ou janta no teu restaurante preferido, sozinha ou acompanhada. 
Afinal, tu serás sempre uma ótima companhia, até para ti mesma.

- Diz a alguém o que sentes...E isso inclui a ti mesma, ao espelho.
(Ou faz como o Gaston, da Bela e o Monstro, que canta uma música sobre a própria pessoa!)

- Toma um banho relaxante, depois de um dia de trabalho.

- Termina a noite com um livro,
a tua série ou o teu filme preferido, e uma bebida quente.

E lembra-te: 'be your own valentine' todos os dias!
Image and video hosting by TinyPic